Fórum ABIMIP traça cenário positivo para o crescimento dos MIPs

As possibilidades de desenvolvimento do segmento de medicamentos isentos de prescrição, os benefícios e a influência dos MIPs no varejo farma foram alguns dos temas discutidos no 5º Fórum ABIMIP. Realizado no último dia 30, o evento reuniu especialistas importantes do mercado farmacêutico, econômico e público para entender as perspectivas do setor para 2019. Ainda contou com palestras de instituições importantes para o segmento, como IQVIA e do ILAR.

Na abertura, Rodrigo Garcia, presidente da associação, reforçou a importância do autocuidado como um dos alicerces do trabalho da ABIMIP, e a convergência dos diversos players do setor que está em plena transformação e crescimento. O evento abordou o panorama político-econômico com a palestra do economista Eduardo Giannetti, que discorreu sobre a natureza cíclica das crises econômicas e políticas, o impacto da atual campanha eleitoral e as propostas econômicas envolvidas. Para Giannetti, a tendência é otimista: “2019 deve proporcionar grandes oportunidades para o segmento MIP”.

Dando continuidade ao evento, o Dr. Fernando Mendes, diretor-presidente em exercício da ANVISA, mostrou os esforços da instituição em estabelecer protocolos e procedimentos mais eficientes. Mendes destacou ainda a importância da integração entre a instituição e a iniciativa privada para resolver gargalos de demandas e agilizar processos. “Essa foi uma excelente oportunidade de falarmos com o setor produtivo, ampliarmos o diálogo e tornar essa integração ainda mais colaborativa”, afirmou Mendes.

O presidente do conselho consultivo da ABIMIP, Jorge Raimundo, avaliou o trabalho feito pela entidade, que em 2019 completará 25 anos. “Temos evoluído muito, firmando e fortalecendo parcerias com órgãos públicos e com outras entidades, conseguindo assim ampliar o acesso aos medicamentos e o empoderamento do consumidor”, ressaltou.

O cenário do consumo do mercado dos medicamentos isentos de prescrição, no Brasil, foi exposto por Sydney Clark, vice-presidente de Tecnologia Latam da IQVIA. Em sua palestra, destacou os hábitos de compras do consumidor no autosserviço da farmácia e a importância de investimento em inovação para o crescimento do segmento. “O setor tem inúmeras marcas tradicionais; mesmo assim existe uma grande carência em inovação. A indústria precisa assumir essa função investindo em extensão de linha, novas apresentações e usos, adicionando novas substâncias que oferecem mais benefícios para o consumidor”.

O gerenciamento da categoria dos MIPs nas farmácias foi o tema central da apresentação do presidente da FEBRAFAR, Edison Tamascia. “O treinamento da cadeia de varejo é fundamental para que o empresário valorize a categoria e torne a experiência de compra do consumidor mais fácil”. Tamascia detalhou ainda o projeto-piloto desenvolvido em parceria com as indústrias farmacêuticas para aprimorar e modernizar o layout do autosserviço.

Na palestra seguinte, Juan Thompson, Diretor geral da ILAR, falou da importância dos MIPs para a economia de recursos públicos na América Latina. “Nesse aspecto, é fundamental consolidar o conceito do autocuidado, como o alicerce para um sistema de saúde com políticas públicas voltadas para a prevenção das doenças, estimulando um estilo de vida mais saudável e desafogando o sistema público de saúde”.

Encerrando o 5º Fórum ABIMIP, Rodrigo Garcia, afirmou que as discussões são valiosas para todo o setor enfrentar as dificuldades em 2019; e destacou a importância da participação dos associados para o fortalecimento da instituição e do segmento.

Com informações da ABIMIP



Deixe uma resposta