Farmarcas projeta 1100 lojas e faturamento de R$3 bilhões em 2019

O Conexão Farmarcas, que aconteceu no último dia 30 de novembro, foi marcado pela grande presença do mercado e pela comemoração dos ótimos resultados obtidos em 2018 e projetados para 2019, quando a administradora de redes associativistas de farmácias objetiva se consolidar como quarto maior grupo do setor no Brasil.

Na ocasião, foi apresentada aos parceiros a estrutura que vem possibilitando um crescimento muito superior ao mercado. Além disso, também foi oportunidade para os diretores da Farmarcas apresentarem os principais resultados e propostas para os próximos anos.

O evento teve início com o presidente da Farmarcas, Edison Tamascia, reforçando a importância de um dos valores da empresa, que é a gratidão e a satisfação em poder comemorar os resultados positivos de todos os membros do grupo. Na sequência falou do objetivo de cuidar de pessoas e a preocupação para inspirá-las a escreverem suas melhores histórias. “Trabalhamos para oferecer muito além de resultados financeiros, buscamos que as pessoas possam alcançar realizações profissionais e pessoais”, explicou.

Números de destaque

Na sequência, o diretor geral da Farmarcas, Paulo Costa, apresentou um grande crescimento no número de lojas. Em 2015, eram 326; número que cresceu rapidamente no decorrer dos anos. Em 2016, eram 489; em 2017, 685; e até o momento, em 2018, 857.

Porém, o objetivo de chegar a 1.000 lojas está muito próximo, já que são 111 lojas em processo de montagem e outras 70 com contratos já assinados e que iniciarão sua adaptação nas próximas semanas.  “Fato que nos deixa muito felizes é que grande parte são lojas novas (80) e apenas 31 em conversão. E, dessas novas, 70 são de pessoas que já são nossos associados, mostrando nossa força”, comemorou Costa.

Ele também afirmou que deve finalizar este ano com o faturamento de R$2 bilhões, acompanhando um contínuo crescimento. Em relação às vendas totais, comparando o MAT de outubro de 2017 a outubro de 2018, o número passou de R$ 1.304.595.622,78 para R$ 1.900.971.149,20, um crescimento de 45,71%. Considerando apenas as lojas com mais de dois anos, o crescimento é de 15,61%. Para 2019, a previsão de faturamento é de R$3 bilhões, fechando o ano com 1100 lojas.

Gestão e padronização foram diferenciais

Na sequência, mostrando o caminho que resultou nesse crescimento, o diretor de operações e marketing, Ângelo Vieira, apresentou os diferenciais que foram desenvolvidos e a jornada dos associados para se adequarem a um modelo diferenciado de gestão.

“Hoje temos um trabalho intenso para que nossos associados obtenham os melhores resultados, buscando uma proximidade por meio de nosso setor de Sucesso do Associado e também com áreas que buscam a contínua inovação, fazendo com que nos tornemos hoje uma referência”, analisou Vieira.

Também se apresentou ou diretor comercial Fábio Chacon, que mostrou aos presentes uma formatação que está em constante evolução na área, o que possibilita a oferta de ótimas condições para os parceiros.

“Nosso objetivo é apresentar ótimas oportunidades de negócios para todos que fazem parte de nosso grupo de relações. O resultado é o crescimento das vendas totais de nossos parceiros nas lojas”, apresentou Chacon.

Após a apresentação, Tamascia mais uma vez agradeceu aos participantes, reforçando o clima de otimismo da Farmarcas para o ano de 2019.