Educação Corporativa é fundamental para evolução de um negócio

Por mais que possa parecer um chavão, uma empresa é feita de pessoas acima de tudo. Os resultados estão diretamente relacionados ao empenho e dedicação que os profissionais dedicam aos projetos em que eles trabalham e a capacitação e atualização que esses possuem.

Contudo, ainda se observa no mercado um amadorismo muito grande ao trabalhar com esse tema. Muitas empresas contam com a ‘sorte’ para ter os melhores profissionais, e com um verdadeiro milagre para retê-los, não percebendo que esse processo passa por diversos pontos, com destaque à capacitação constante.

O desenvolvimento dos profissionais é hoje um diferencial para a retenção dos mais qualificados, por isso da importância de programas de educação corporativa. Um exemplo dessa atuação é a Febrafar, que vem constantemente desenvolvendo ações de aprimoramento dos colaboradores.

“A Febrafar tem seu propósito muito claro, que é: melhorar a vida das pessoas. Dentro disso, trabalhamos constantemente com a atualização das pessoas que atuam conosco. Com isso buscamos profissionais mais motivados e um melhor relacionamento com os parceiros. Hoje estamos muitos felizes com os resultados que obtemos”, explica José Abud Neto.

A visão é compartilhada pelo diretor financeiro/RH, André Costa. Ele explica que a realização das capacitações e treinamentos é com base em um planejamento anual, que leva em conta muitos fatores, com estudos de deficiências e potenciais, levando em conta o planejamento estratégico da Febrafar.

“Só após ter essa visão muito bem definida é que vamos para o segundo passo que é definir o que será oferecido aos colaboradores e em que formato. Com isso temos observado que todos estão cada vez mais alinhados com a cultura da empresa. Ponto fundamental é que temos um foco muito grande na capacitação dos gestores, pois sabemos do papel fundamental que eles possuem na proliferação dessa cultura”, explica André Costa.

Parceria de sucesso

Para o desenvolvimento dessas ações na Febrafar uma parceria muito importante é com a Lúcia Gadelha, sócia diretora da Gadelha Consultoria em Gestão de Pessoas, atuante na capacitação de equipes há 23 anos. Ela explica que a associação tem a vantagem de entender a importância da capacitação constante e do planejamento.

“Para o desenvolvimento de pessoas é preciso que as ações estejam muito bem alinhadas ao planejamento estratégico da empresa e à cultura. Muitas vezes, antes de fazer o trabalho de educação corporativa, recomendamos dar um passo atrás para fazer o alinhamento do proposito da empresa. É preciso entender o motivo de se estar treinando e como se quer ser percebida pelos colaboradores, mercado e fornecedores”, explica Gadelha.

Ela acrescenta que um erro clássico é uma empresa querer copiar o projeto de recursos humanos e de desenvolvimento de outra empresa. “É importante se ter um diagnóstico, saber que em cada negócio os anseios e objetivos são diferentes. É preciso definir onde se está e onde se quer chegar para só depois partir para ações de capacitações”.

Gadelha reforça a necessidade de trabalhar sempre primeiramente com os gestores que é a interface da empresa com os colaboradores. “Ponto importante é que os proprietários, diretores e os gestores devem ser o principal exemplo, senão todo processo não funciona, não havendo relação entre a teoria e a prática”.

Tudo começa na contratação

Um ponto que poucas empresas dão o devido cuidado atualmente é referente à importância das contratações. “A base de tudo é o processo seletivo, ou seja, a hora da escolha do profissional. Precisando ter clara a definição de perfil de cargos, análises de competência, fazendo um mapeamento e depois utilizando isso para escolher os funcionários”, explica Gadelha.

As empresas precisam atrair os melhores, desenvolver e reter, se pular etapa com certeza terá problema. “É preciso clareza, caso contrário se terá conflito, retrabalho ou outras dificuldades, é importante a definição bem clara dos processos”, explica a especialista em gestão de pessoas.

Finalmente a educação corporativa

Estabelecidos nos processos de contratação e de ambientação do profissional, chega o momento de definir quem buscar para prestar um serviço de educação corporativa constantes. Importante ter muito cuidado e buscar por empresas ou profissionais que realmente estejam qualificados e com experiência.

“Infelizmente vemos uma banalização muito grande nesse mercado. Existem profissionais sem experiência e que apenas pesquisam na Internet, isso é muito complexo. Lembrando que educação corporativa vai muito além de uma palestra”, explica a diretora da Gadelha Consultoria

Gestão de pessoas é um tema complexo que se baseia no estudo do comportamento humano, da cultura da empresa e da experiência do profissional que irá aplicar. Hoje empresas como a de Lúcia Gadelha auxiliam não só na capacitação, mas até mesmo na estruturação do RH da empresa, para que se tenha um melhor resultado na consultoria educativa.

Mas, o mais importante, é que tudo tem que partir do propósito da empresa, o que faz com que cada caso tenha que ser tratado de forma individual. Como o desenvolvimento que aconteceu na Febrafar e que vem apresentando importantes frutos para o crescimento da associação. Com profissionais capacitados e motivados para dar resultados e inovar sempre.