Campanha Agosto Laranja dá visibilidade a Esclerose Múltipla

Para quem nunca ouviu falar sobre a Esclerose Múltipla (EM) seus primeiros sintomas e sinais podem passar despercebidos ou até mesmo confundindo com outras questões de saúde. Por isso, no intuito de informar a todos a respeito da importância do diagnóstico precoce e sua relação com a qualidade de vida de quem convive com a EM, a Merck – líder em ciência e tecnologia – lança pelo quinto ano consecutivo o projeto “Casa da EM 2021” durante o Agosto Laranja, compartilhando histórias de pessoas que buscaram a superação e conseguiram se reinventar após os desafios e receios por conta do diagnóstico da doença.

Além de ações nas redes sociais com histórias diversas de pacientes com EM, a campanha contará com a reativação da Casa da Esclerose Múltipla – projeto imersivo e, desde o ano passado, por conta da pandemia e distanciamento social, totalmente online e interativo – que tem o intuito de aproximar pessoas daquelas que lidam com a doença, alertando sobre os principais sintomas, sinais e dificuldades no diagnóstico. Para isso, a experiência digital da Casa possibilita que o visitante (ou internauta) navegue pela história de uma personagem fictícia, simulando os sintomas da doença. “É uma forma de alertarmos sobre a importância do diagnóstico precoce, que pode impactar no bem-estar e na evolução do paciente por toda a sua vida. Quem está informado reconhece os sinais, percebe melhor e procura um especialista com mais agilidade, o que pode ser decisivo no tratamento”, alerta Alexandre Chehin, gerente médico de Neuroimunologia da Merck. “Além disso, também reforçamos aos pacientes com EM a importância do acompanhamento e diálogo com o médico, a fim de definirem juntos o tipo de tratamento possível e mais adequado, a depender do perfil do paciente, considerando seu estilo de vida, planos futuros e outras individualidades”, explica o doutor.

Desde o ano de seu lançamento – anteriormente, como um projeto itinerante com visitas presenciais –, a Casa da EM já esteve em 14 cidades e recebeu cerca de 5 mil visitas no total. Desde que passou a ser digital, em 2020, já foi acessada por mais de 2 milhões de pessoas por meio das redes sociais. A plataforma estará disponível na internet a partir deste mês, no endereço www.casadaem.com.br.

A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença neurológica autoimune, potencialmente incapacitante, que apresenta maior incidência em adultos jovens, em sua maioria, mulheres com idades entre 20 e 40 anos2. Estima-se que aproximadamente 2,8 milhões de pessoas em todo o mundo tenham EM1. No Brasil, a estimativa é de 35 mil pacientescom a doença e acredita-se que exista uma parcela de pessoas subdiagnosticada.

“Geralmente, os primeiros sintomas detectados na EM são a fraqueza muscular e a fadiga”, diz o doutor. De acordo com ele, outros sintomas comuns da EM envolvem vertigens, alteração do equilíbrio, disfunções intestinais e da bexiga, déficits da coordenação motora, baixa acuidade visual e diminuição da sensibilidade.3

Campanha terá websérie com psicóloga e história de pacientes

Além das iniciativas já mencionadas, a campanha também contará com a websérie “Liberdade para o Amanhã” – produzida exclusivamente para este mês, com a condução da psicóloga e escritora Pâmela Magalhães (@psipamela), que entrevistará médicos e associações de pacientes, trazendo histórias sobre qualidade de vida e saúde mental, planejamento familiar e maternidade em pacientes com EM e, ainda, os impactos da pandemia na vida de pacientes com doenças crônicas.

Alguns pacientes também apoiarão a campanha por meio de posts especiais em seus perfis nas redes sociais durante o período, contando um pouco de suas histórias de superação e as formas que encontraram para enfrentar a doença com mais qualidade de vida.

Estudos com vacina para Covid-19 em pacientes com Esclerose Múltipla

Vacinas pra Covid-19 e tratamento da EM: estudos recentes com a cladribrina oral comprovaram ser possível tratar a Esclerose Múltipla (EM) e controlar sua progressão, ao mesmo tempo em que se recebe a vacina da Covid-19. Isso porque as novas análises indicaram um padrão imunológico específico em pessoas com Esclerose Múltipla tratadas com a substância, o que pode contribuir para a capacidade do organismo de combater infecções e desenvolver anticorpos a partir dessas vacinas.

Serviços:

v  Casa da Esclerose Múltipla 2021

Acesso: www.casadaem.com.br

Período: agosto a dezembro de 2021

v  Websérie no Instagram

Quando: durante o mês de agosto, acompanhe!

Onde: nos perfis da Pamela Magalhães (@psipamela) e da Merck Brasil (@merckbrasil) e no www.casadaem.com.br

Referências

  1. Ministério da Saúdehttps://bvsms.saude.gov.br/eu-me-conecto-nos-nos-conectamos-30-5-dia-mundial-da-esclerose-multipla/ (Acesso em julho de 2021)
  2. Federação Internacional de Esclerose Múltipla.    –https://www.msif.org/about-us/who-we-are-and-what-we-do/advocacy/atlas/atlas-of-ms-faqs/  (Acesso em julho de 2021)
  3. ABEM – Associação Brasileira de Esclerose Múltipla:http://abem.org.br/esclerose/o-que-e-esclerose-multipla/ . (Acesso em julho de 2021)

Sobre a Merck

A Merck é uma empresa líder em ciência e tecnologia em Saúde, Life Science e Electronics. Cerca de 58.000 colaboradores trabalham para fazer uma diferença positiva na vida de milhões de pessoas todos os dias, criando maneiras de viver mais qualitativas e sustentáveis. Desde o avanço das tecnologias de edição de genes e a descoberta de maneiras únicas de tratar as doenças mais desafiadoras até a viabilização do uso da inteligência dos dispositivos, a Merck está presente. Em 2020, a Merck gerou vendas de € 17,5 bilhões em 66 países.

A exploração científica e o empreendedorismo responsável foram essenciais para os avanços tecnológicos e científicos da Merck. Foi assim que a empresa prosperou desde a sua fundação em 1668. A família fundadora continua sendo a proprietária majoritária da empresa de capital aberto. A Merck detém os direitos globais do nome e da marca Merck, com exceção dos Estados Unidos e Canadá, onde os setores de negócios da Merck operam como EMD Serono na área da saúde, MilliporeSigma em ciências da vida e EMD Electronics. Para saber mais, acesse www.merck.com.br e siga-nos no Facebook (@grupomerckbrasil), Instagram (@merckbrasil) e LinkedIn (Merck Brasil).