Abradilan: participação das indústrias de HPC cresce 10% na feira

A 15ª edição da Abradilan Conexão Farma chegou ao fim nesta quinta (21/03) com duas tendências muito claras: o crescimento da categoria de não medicamentos e o maior interesse das indústrias pelas redes associativistas e farmácias independentes.

De acordo com a Pesquisa de Beleza e Cuidados Pessoais da Euromonitor, até o ano de 2020, o Brasil terá um aumento acumulado que chegará a 14,3%, uma média de 2,7% a cada ano. De olho nesse cenário, o espaço concedido ao setor cresceu 10% na 15ª edição do evento. “Com bom desempenho, mesmo em momento de crise, enquanto vários setores enfrentam dificuldades em manter a atenção dos seus consumidores, o mercado de cosméticos segue em crescimento”, explicou Juliano Vinhal, presidente da Abradilan.

Um exemplo é a Dailus, que, nos últimos três anos, consolidou sua presença nas grandes redes e começa 2019 com um plano de expansão direcionado ao associativismo. Hoje, a Dailus é a 3ª marca em valor no mercado de maquiagem e 1ª marca em esmaltes, com 44% das vendas no canal farma. “O varejo farmacêutico passa por uma mudança importante. Cada vez mais os consumidores entram na farmácia em busca de produtos de beleza e cosméticos. E nós estamos apostando nessa tendência”, disse o gerente nacional de Vendas, Samir Silva.

Estande da Dailus: 3ª marca em valor no mercado de maquiagem e 1ª marca em esmaltes, com 44% das vendas no canal farma
Segundo dados da Febrafar, divulgados em fevereiro, a categoria de não medicamentos nas 57 redes associadas, que juntas somam mais de nove mil lojas, cresceu 46,92% nos últimos 12 meses, comprovando uma tendência que já vinha se revelando no dia a dia para varejistas, distribuidores e indústrias. Já o faturamento de HPC, em 2018, contabilizou R$ 120,3 bilhões.

Outro dado importante é que 30% das vendas da indústria de higiene e beleza, no Brasil, são provenientes de farmácias e drogarias, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec).

Isso explica, em parte, o interesse de muitas indústrias de beleza pelo canal farma. A marca Professional Donna aposta no setor para incrementar as vendas em 2019. No segmento há apenas um ano, a linha, que tem no portfólio xampu, condicionador, creme hidratante e coloração, representa 2% do faturamento da fabricante Itallian Hairtech, mas a estimativa é de que chegue a 10% nos próximos dois anos. “Enxergamos o canal farma como um grande mercado. A nossa marca tem qualidade para entregar o que o consumidor precisa e também aquilo que o varejo farmacêutico vem buscando em solução de produtos”, diz Décio Alcântara, gerente de Marketing da Professional Donna.

Professional Donna: aposta para incrementar vendas no canal farma em 2019
Na categoria de suplementos nutricionais, a Midway Labs, empresa americana com 26 anos de mercado, se destacou na feira com sua proposta de retorno ao canal farma. Segundo o diretor Comercial Genivaldo Gomes, a categoria ainda tem muito para crescer. “Há muitos outros produtos além das vitaminas, como proteínas e creatininas. O mercado de nutrição cresce em ritmo acelerado, e as farmácias não podem perder essa oportunidade, inclusive as independentes, que também são o nosso foco”, comentou.

Midway: retorno ao canal farma com suplementos nutricionais
A Sanfarma lançou dois novos produtos da linha home care Cicatrisan: um que atua na cicatrização e outro, na regeneração de tecidos. “A categoria de primeiros socorros é uma das mais rentáveis para a farmácia, porém ainda pouco explorada. Por outro lado, farmacêuticos estão observando com mais carinho o que essa categoria tem para oferecer ao consumidor”, disse Luciano Biagi, CEO da empresa, que cresceu 40% no ano passado.

No setor de serviços, o Grupo Buzatto’s se destacou com as gôndolas de LED e as sinalizações de imã. “Trouxemos novidades para a ‘buticalização’ das farmácias, como a TV em ponta da gôndola, que exibe um vídeo sobre o produto quando o cliente faz a leitura do código de barras. É uma nova forma de interagir com o consumidor. Temos também iluminação LED lateral, que fica sensacional, única no mercado, e sinalização de ímã, que pode ser trocada sempre que necessário, facilitando a exposição na farmácia”, detalhou Renato Diniz, diretor Comercial.

Gôndolas com LED no estande da Buzatto’s
Na categoria de medicamentos, a Natulab apresentou o mais novo produto do portfólio: o Floratil, líder na categoria de fitoterápicos – com faturamento de R$ 100 milhões – e o probiótico mais vendido no mundo inteiro. Segundo o diretor de Marketing Zeca de Lucca, a Natulab venceu a concorrência para comercializar o produto no Brasil, que pertence a uma empresa francesa e era anteriormente comercializado pela Merck. Entre as razões, destaca o crescimento da Natulab e a complementaridade das marcas. “Faz 30 meses que crescemos mais de 30%, cinco vezes mais que o mercado em geral. Além disso, somos fortes no Nordeste e no canal independente, enquanto o Floratil está muito presente no Sul e Sudeste e nas grandes redes. Então, quando juntamos os dois, ganhamos o Brasil”, ressaltou Zeca.

Floratil entra para o portfólio da Natulab
A 15ª edição da Abradilan Conexão Farma ocorreu em São Paulo, no Expo Center Norte, de 19 a 21 de março. Mais de oito mil pessoas passaram pela feira de 2019.

Fonte – Revista da Farmácia